Posts Tagged ‘TAGV’

Hoje no TAGV: Clube de Leitura com José Maria Vieira Mendes

Terça-feira, Fevereiro 6th, 2018
Sessão preparatória do Clube de Leitura Teatral, com José Maria Vieira Mendes (foto: Nuno Rato / TAGV)

Sessão preparatória do Clube de Leitura Teatral, com José Maria Vieira Mendes (foto: Nuno Rato / TAGV)

É hoje à tarde a sessão de Fevereiro do Clube de Leitura Teatral. José Maria Vieira Mendes dirige a leitura de Max e René. Um monólogo e um cão, a partir das 18h30, com entrada livre, no TAGV.

Faça-nos companhia!

LEITURA
Max e René. Um monólogo e um cão.
de José Maria Vieira Mendes
Clube de Leitura Teatral
6 de Fevereiro de 2018
Terça-feira, 18h30
TAGV > 60′
entrada gratuita
Sessões preparatórias: 5/02, 18h30-21h30; 6/02, 15h00-18h00

Fevereiro no TCSB: “Auto dos Físicos” e muita ilustração nos “Sábados para a infância”

Terça-feira, Janeiro 30th, 2018

“Auto dos Físicos”, o espectáculo de Gil Vicente que A Escola da Noite estreou em 2014, em co-produção com a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos, volta em Fevereiro ao palco do TCSB, para uma temporada de duas semanas, que inclui também algumas sessões especiais para o público escolar.
Nos Sábados para a infância, a ilustração está em destaque, com a presença de duas das mais reconhecidas ilustradoras portuguesas contemporâneas: Ana Biscaia e Rachel Caiano dirigem duas oficinas irresistíveis, a 3 e a 17 de Fevereiro.

Sofia Lobo, Miguel Magalhães e Filipe Eusébio, "Auto dos Físicos" (foto: Pedro Rodrigues)

Sofia Lobo, Miguel Magalhães e Filipe Eusébio, “Auto dos Físicos” (foto: Pedro Rodrigues)

AUTO DOS FÍSICOS
“Auto dos Físicos”, com encenação de António Augusto Barros, estreou em Setembro de 2014, no âmbito das comemorações dos 35 anos do Serviço Nacional de Saúde, promovidas pela Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos.
Desde então, foi apresentado mais de 50 vezes, em quatro temporadas em Coimbra e em 12 localidades de Portugal e Espanha (Arganil, Barcelos, Braga, Caldas da Rainha, Campo Benfeito, Casar de Cáceres, Castelo Branco, Covilhã, Évora, Guarda, Leiria e Matosinhos). Regressa agora ao palco do TCSB, para uma temporada de duas semanas, com seis sessões para o público em geral (8 a 17 de Fevereiro, de quinta a sábado) e seis sessões especiais para escolas (de 7 a 16 de Fevereiro, de quarta a sexta-feira), para as quais ainda é possível fazer inscrições de grupos.

“Uma bufonada de Carnaval”
A peça que Carolina Michaelis classificou como “uma bufonada de franca imoralidade de Carnaval” foi escrita e representada pela primeira vez entre 1512 e 1524. O texto encerra o livro das farsas na “Copilaçam” de 1562 mas viria a ser excluído, pela censura da Inquisição, na edição de 1586.
Acredita-se, pelo tom chocarreiro e pelo burlesco que a caracterizam, que foi representada em época de Carnaval. Um padre “morre” de um amor não correspondido e quatro médicos (os “físicos”) visitam-no à vez, sugerindo estapafúrdios remédios. Brásia Dias, a parente que primeiro o tenta ajudar, um moço transformado em (fraco) alcoviteiro e um padre confessor que compreende “bem demais” o sofrimento do seu colega completam o leque de personagens desta divertida farsa, rematada por uma “ensalada” vicentina, com referências e citações de outras peças do autor e a elementos do cancioneiro tradicional.
A peça apresenta caricaturas de pessoas concretas – os quatro físicos correspondem a pessoas que realmente exisitiam e que o público facilmente reconhecia – mas é também, como quase toda a obra de Vicente, um retrato da corte, da Igreja e da sociedade portuguesas do século XVI em Portugal.

ILUSTRAÇÃO NOS SÁBADOS PARA A INFÂNCIA
Sempre presente ao longo dos três anos de programação regular que já levam os “Sábados para a infância”, a ilustração ganha especial destaque neste mês de Fevereiro, com as oficinas dirigidas pelas reconhecidas e premiadas ilustradoras Ana Biscaia e Rachel Caiano.

foto

“TIGRES DE FATO DE BANHO na parede dos desenhos”, oficina de Ana Biscaia

Ana Biscaia, que entre outras distinções venceu o Prémio Nacional de Ilustração em 2012, propõe mais uma original actividade. Desta vez, desafia os mais pequenos a encherem uma parede de desenhos, ao sabor da sua imaginação e levemente inspirados em Matisse, Munari, Basquiat. Perguntando-se, curiosa, se irão aparecer “garoupas, peixes galo, meninas, tigres de fato de banho”, antecipa uma manhã especial, em que os participantes vão fazer crescer uma grande ilustração, “como uma hera, respirante, ofegante, parede fora”. Destinada a crianças a partir dos 4 anos e com a duração de três horas, a oficina “TIGRES DE FATO DE BANHO na parede dos desenhos” abre a programação do mês, logo a 3 de Fevereiro, pelas 10h00. A inscrição custa 10 Euros.

Rachel Caiano

Rachel Caiano

Duas semanas depois (17 de Fevereiro, 11h00), A Escola da Noite tem o prazer de acolher, pela primeira vez nos Sábados para a Infância, a ilustradora Rachel Caiano (Prémio Autores da SPA 2016, Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância 2014, finalista do Prémio Autores – Melhor Livro de Literatura Infanto-Juvenil 2013, da SPA, entre outros). A sessão começa com a apresentação do livro “O Mundo é redondo”, de Gertrude Stein, um clássico da literatura para a infância recentemente publicado em Portugal pela Ponto de Fuga, com ilustrações suas e tradução de Luísa Costa Gomes. Logo após a apresentação, que tem entrada livre e é aberta aos pais, tem início a oficina com o mesmo título do livro. No sub-palco do Teatro, Rachel promete montar “um ginásio desenhado das coisas redondas. Munidos de tintas e pincéis, papel e tesoura, todos são convidados a desenhar, pintar e inventar”. “Quantas coisas redondas esconde o mundo?” – eis o desafio a que vai responder com os miúdos, ao longo de uma hora e meia de oficina. A actividade destina-se a crianças entre os 5 e os 12 anos e a inscrição custa 10 Euros.
Ainda nos Sábados para a Infância, Fevereiro oferece uma nova edição da oficina “Brincar ao Teatro”, com a actriz d’A Escola da Noite Maria João Robalo (10 de Fevereiro, 11h00), e o regresso do espectáculo de teatro e música “Um, dois, três… papelinho japonês”, da Catrapum Catrapeia, com Vânia Couto e Sandra Henriques (24 de Fevereiro, 11h00). Em relação a este último, que nos propõe “uma visita ao mundo imaginário do origami, entre a música e a cultura do Oriente” e que estreou no TCSB em 2017, vão igualmente realizar-se duas sessões especiais para jardins de infância na sexta-feira imediatamente anterior (23 de Fevereiro, 10h30 e 14h30). Já é possível efectuar inscrições.

CLUBE DE LEITURA TEATRAL
Ainda no âmbito do ciclo dedicado à dramaturgia portuguesa contemporânea, com sessões dirigidas pelos próprios autores, o Clube de Leitura Teatral recebe este mês José Maria Vieira Mendes, que propõe a leitura da peça “Max e René. Um monólogo e um cão”. A leitura vai acontecer no Teatro Académico de Gil Vicente no dia 6 de Fevereiro, pelas 18h30, e as sessões preparatórias estão marcadas para 5 de Fevereiro (18h30 – 21h30) e para o próprio dia da leitura (15h00 – 18h00). Como habitualmente, tanto a participação como leitor/a como a “mera” assistência à sessão são gratuitas.

José Maria Vieira Mendes

José Maria Vieira Mendes

José Maria Vieira Mendes nasceu em 1976 e escreve e traduz teatro. O seu trabalho no teatro tem estado ligado aos Artistas Unidos e ao Teatro Praga. Das suas peças destacam-se: Dois Homens (1998); Se o Mundo não fosse assim (2004); A Minha Mulher (2007); O Avarento ou A última festa (2007); Onde Vamos Morar (2008); Aos Peixes (2008) e ANA (2009). Foi distinguido com o Prémio Revelação Ribeiro da Fonte 2000 do Instituto Português das Artes do Espetáculo, Prémio ACARTE/Maria Madalena Azeredo Perdigão 2000 da Fundação Calouste Gulbenkian, Prémio Luso-Brasileiro de Dramaturgia António José da Silva 2006, atribuído pelo Instituto Camões e Funarte pela peça “A Minha Mulher”.
O Clube de Leitura Teatral é uma co-organização d’A Escola da Noite / TCSB e do TAGV, aberta a qualquer pessoa (com ou sem experiência em artes cénicas), que promove mensalmente, de forma alternada entre os dois espaços, a leitura pública de textos teatrais.

Coimbra, Teatro da Cerca de São Bernardo
Programação de Fevereiro de 2018

OFICINA DE ILUSTRAÇÃO
TIGRES DE FATO DE BANHO
na parede dos desenhos
Ana Biscaia
3 de Fevereiro de 2018
Sábado, 10h00
M/4 > 180′
Preço: 10 Euros
Sábados para a infância no TCSB

LEITURA
Max e René. Um monólogo e um cão.
de José Maria Vieira Mendes
Clube de Leitura Teatral
6 de Fevereiro de 2018
Terça-feira, 18h30
TAGV > 60′
entrada gratuita
Sessões preparatórias: 5/02, 18h30-21h30; 6/02, 15h00-18h00

TEATRO
Auto dos Físicos
de Gil Vicente
A Escola da Noite
8 a 17 de Fevereiro de 2018
quinta-feira a sábado, 21h30
sessões para escolas
(mediante reserva prévia):
8 a 16/02/2018
quarta a sexta-feira, 11h00 e 15h00
M/12 > 50′
5 a 10 Euros (sessões para escolas: 3 Euros/aluno)

OFICINA
Brincar ao Teatro (6-10)
Maria João Robalo / A Escola da Noite
10 de Fevereiro de 2018
Sábado, 11h00
6 aos 10 anos > 90′
Preço: 10 Euros

APRESENTAÇÃO DE LIVRO E OFICINA DE ILUSTRAÇÃO
O Mundo é redondo
Rachel Caiano
17 de Fevereiro de 2018
Sábado, 11h00 (apresentação do livro); 11h30 – 13h00 (oficina)
5 – 12 anos > 90′
Preço: 10 Euros
(apresentação do livro com entrada livre)

TEATRO | MÚSICA
Um, Dois, Três… Papelinho Japonês!
Catrapum Catrapeia [Vânia Couto e Sandra Henriques]
24 de Fevereiro de 2018
Sábado, 11h00
M/3 > 50′
Preços: 8 € (adulto+criança); 5 € (individual)
Sábados para a infância no TCSB
Sessões para creches e jardins de infância: 23/02/2018, sexta-feira, 10h30 e 14h30

informações e reservas:
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

Hoje no TCSB: Clube de Leitura Teatral com Abel Neves

Terça-feira, Janeiro 9th, 2018
Abel Neves na primeira sessão preparatória do "Clube de Leitura Teatral" de Janeiro (foto: Cláudia Morais / TAGV)

Abel Neves na primeira sessão preparatória do “Clube de Leitura Teatral” de Janeiro (foto: Cláudia Morais / TAGV)

Vários excertos de obras de Abel Neves serão lidas hoje à tarde, no TCSB, na primeira sessão de 2018 do Clube de Leitura Teatral, co-organizado com o TAGV.

Depois de Carlos J. Pessoa, Patrícia Portela e Jacinto Lucas Pires, o autor de “Além as estrelas são a nossa casa”, Este Oeste Éden” e Nunca estive em Bagdad” (entre várias outras peças), é o quarto dramaturgo convidado pelo Clube para dirigir uma leitura de obras de sua autoria, no âmbito desta iniciativa.

Como sempre, a entrada é livre. Contamos consigo às 18h30. Faça-nos companhia!

LEITURA
Peças de Abel Neves (fragmentos)
texto e direcção de Abel Neves
Clube de Leitura Teatral – Coimbra
9 de Janeiro de 2018
Terça-feira, 18h30
TCSB > 90′
entrada gratuita
org. TAGV / A Escola da Noite

Dezembro no TCSB: Espanha em destaque na programação

Quinta-feira, Novembro 30th, 2017

A performance “Light years away”, de Edurne Rubio, e a homenagem teatral a Miguel Hernández, pela companhia Teatro Guirigai, são destaques da programação de Dezembro no TCSB, que este mês tem uma forte marca espanhola. O regresso do cinema de animação aos Sábados para a Infância, o concerto de Natal do Taleguinho e um novo workshop de teatro nas férias escolares são outros dos momentos altos do programa.

cartaz TCSB 201712 (1)

CITEMOR NO ARRANQUE DO MÊS
O primeiro fim-de-semana de Dezembro acolhe as duas propostas do Citemor – Festival de Montemor-o-Velho. Na sua extensão a Coimbra, traz-nos o singular espectáculo “Assembleia”, de Rui Catalão (30 de Novembro e 1 de Dezembro) e a performance “Light Years Away”, de Edurne Rubio (2 de Dezembro). O primeiro está a ser construído no TCSB em regime de laboratório desde o início de Novembro, com mais de sete dezenas de pessoas que quiseram fazer parte do processo de criação. Nas duas sessões abertas ao público, os espectadores juntar-se-ão a estes participantes e formarão uma grande “assembleia de auto-governação”, discutindo em torno do tema da “coabitação” – na casa, na rua, no bairro, no país, na Europa.

08_Edurne_Rubio_02_[© Grupo Espeleologia Edelweiss]

“Light Years Away”, de Edurne Rubio (© Grupo Espeleologia Edelweiss)

Em “Light Years Away”, Edurne Rubio propõe uma viagem à obscuridade. Inspirada pela história da própria família, que integrou o Grupo de Espeleologia Edelweiss, responsável pela descoberta da gruta de Ojo Gareña, no norte de Espanha, a performer lembra como é possível descobrir a “salvação debaixo da terra”. Numa época em que a ditadura de Franco os condenava à pobreza e ao isolamento, o pai e os dois irmãos da artista descobriram a gruta e encontraram no sub-solo “a liberdade de que necessitavam”. Observando “as grutas como espaços para a vida”, Edurne lança um desafio ao espectador: “Tenta ver, sem ser capaz de ver realmente. Escuta e deixa-te levar pela imaginação.”

cartaz_web

MIGUEL HERNÁNDEZ
No ano em que se assinala o 75º aniversário da sua morte, a figura e a obra do grande escritor espanhol Miguel Hernández são lembradas pelo espectáculo “Un encuentro con Miguel Hernández”, trazido pelo Teatro Guirigai, companhia sediada em Los Santos de Maimona (Badajoz). A companhia extremenha apresenta-se pela primeira vez em Coimbra, com uma peça que “mostra o percurso de uma geração de jovens artistas numa época de ansiosas transformações. Os intérpretes dançam, sonham, sofrem, riem, lutam, enamoram-se… criando com as suas vozes e o movimento uma coreografia de emoções em estreita relação com o espectador”.
Com A Escola da Noite, o Teatro Guirigai é um dos grupos fundadores do Circuito Ibérico de Artes Cénicas, plataforma informal de intercâmbio entre estruturas de criação teatral portuguesas e espanholas no âmbito da qual já vieram ao TCSB o grupo Karlik Danza Teatro (Cáceres) e o Tranvía Teatro (Saragoça). Fundada em 1979, a companhia conta com mais de 50 novas criações, apresentadas por toda a Espanha e em mais de 20 países da Europa e do continente americano.
Em Coimbra, o “encontro” com Miguel Hernández, com dramaturgia e encenação de Agustin Iglésias, acontecerá a 14 de Dezembro, numa sessão única agendada para as 21h30. Por ser quinta-feira, os bilhetes têm o preço único de 5 Euros (metade do preço normalmente praticado).

CINEMA NOS SÁBADOS PARA A INFÂNCIA E O WORKSHOP NAS FÉRIAS
O regresso do cinema de animação é a principal novidade dos Sábados para a Infância no TCSB em Dezembro. Desta vez, é o festival CINANIMA (sediado em Espinho) que traz a Coimbra uma extensão da sua 41.ª edição, recentemente realizada. A sessão “CINANIMA Júnior”, marcada para 16 de Dezembro, inclui uma selecção de 13 curtas-metragens, pensada para crianças entre os 3 e os 9 anos (e respectivas famílias), com filmes oriundos da Alemanha, da Bulgária, da Eslovénia, da Estónia, da França, da Hungria e do Reino Unido. Os bilhetes custam 3 Euros (entrada individual) ou 5 Euros (adulto+criança).

Cinanima ON TOUR 2
Antes disso, haverá ainda espaço nas manhãs de Sábado para uma nova oficina “Brincar ao Teatro”, dirigida pela actriz Maria João Robalo a 2 de Dezembro, e para a habitual sessão de “Flores de Livro – leitura de contos para a infância”, este mês no dia 9, à hora do costume – 11h00. Mesmo em cima do Natal, a 23 de Dezembro, cumpre-se a tradição: o Taleguinho de Catarina Moura e Luís Pedro Madeira volta a encantar miúdos e graúdos com “Ficar a ver estrelas”, concerto alusivo à época, com uma deliciosa selecção de músicas do cancioneiro galaico-português. O espectáculo é também às 11h00 e os bilhetes, que já podem ser reservados, custam entre 4 a 6 Euros.
Ainda a pensar nos mais novos, A Escola da Noite organiza uma nova edição do Workshop de Teatro nas Férias, dirigido por Ricardo Kalash. Entre 18 e 22 de Dezembro, de segunda a sexta-feira, durante as manhãs, o sub-palco do TCSB estará entregue às duas dezenas de crianças que quiserem vir passar parte das férias connosco. A iniciativa inclui uma breve apresentação para familiares e amigos, no final de uma semana que promete ser inesquecível.

Jacinto Lucas Pires (foto: Paulo Goulart)

Jacinto Lucas Pires (foto: Paulo Goulart)

CLUBE DE LEITURA
Jacinto Lucas Pires é o dramaturgo convidado para dirigir a sessão de Dezembro do Clube de Leitura Teatral, que volta a ter lugar no TCSB. Traz consigo a peça “Grande Cena”, que escreveu para o Teatro Oficina, de Guimarães, e que estreou em Janeiro do ano passado, com encenação de Marcos Barbosa. A leitura está marcada para dia 5, terça-feira, às 18h30. Como sempre acontece nesta iniciativa conjunta do TAGV e d’A Escola da Noite, a participação – tanto como leitor como enquanto “mero” espectador – é gratuita. Quem quiser participar na leitura (qualquer pessoa o pode fazer) terá apenas de se inscrever, através do e-mail clube.leitura.teatral@gmail.com. Estão previstas duas sessões preparatórias com os leitores: no dia 4 entre as 18h30 e as 20h30 e no dia 5, entre as 17h00 e as 18h00.

APRESENTAÇÃO DE LIVRO NO BAR DO TEATRO
No Bar/Livraria do TCSB acontece ainda, no dia 16 de Dezembro à tarde, a apresentação do livro de contos “Aldeia da Bruma”, de José Mora Ramos. A sessão é às 17h00, tem entrada livre e contará com a presença do autor e a apresentação de Marcela Neves. José Mora Ramos é investigador científico na área da engenharia de barragens, sendo autor ou co-autor de mais de duzentos trabalhos técnico-científicos. Paralelamente, é profissional de teatro, cinema e televisão, tendo colaborado de diversas formas (como actor, dramaturgista, encenador, cenógrafo, produtor ou autor) em cerca de setenta espectáculos de teatro e como actor em cerca de cinquenta filmes, séries televisivas e novelas. Vive actualmente na Ilha das Flores (Açores), com permanências frequentes em Lisboa, Évora e Maputo.

Coimbra, TCSB
Programação de Dezembro de 2017

TEATRO
Assembleia
Rui Catalão
30 de Novembro e 1 de Dezembro de 2017
Quinta e Sexta-feira, 21h30
M/16 > 60′
Preço: a definir pelo espectador
Org. 39º Citemor – Festival de Montemor-o-Velho
evento FB

TEATRO | OFICINA PARA CRIANÇAS
Brincar ao Teatro
Maria João Robalo / A Escola da Noite
2 de Dezembro de 2017
Sábado, 11h00
5 – 10 anos > 90′
Preço: 10 Euros
[Sábados para a infância no TCSB]
evento FB

PERFORMANCE
Light Years Away
Edurne Rubio
2 de Dezembro de 2017
Sábado, 21h30
M/16 > 60′
Espectáculo falado em Castelhano
Preço: a definir pelo espectador
Org. 39º Citemor – Festival de Montemor-o-Velho
evento FB

LEITURA
Grande Cena
texto e direcção de Jacinto Lucas Pires
Clube de Leitura Teatral – Coimbra
5 de Dezembro de 2017
Terça-feira, 18h30
TCSB > 90′
entrada gratuita
org. TAGV / A Escola da Noite
evento FB

LEITURA DE CONTOS PARA A INFÂNCIA
Flores de Livro
Cláudia Sousa
9 de Dezembro de 2017
Sábado, 11h00
Bar do TCSB > M/2 > 50′
Preços: 3,00 € (individual); 5,00€ (criança + acompanhante)
[Sábados para a infância no TCSB]
evento FB

TEATRO
Un Encuentro con Miguel Hernández
Teatro Guirigai (Espanha)
14 de Dezembro de 2017
Quinta-feira, 21h30
M/14 > 70′
Espectáculo falado em Castelhano
evento FB

CINEMA DE ANIMAÇÃO
CINANIMA júnior
16 de Dezembro de 2017
Sábado, 11h00
M/3 > 45′
Preços: 3,00 € (individual); 5,00€ (criança + acompanhante)
[Sábados para a infância no TCSB]
Apoio: CINANIMA
evento FB

APRESENTAÇÃO DE LIVRO
Aldeia da Bruma
de José Mora Ramos
com a presença do autor e apresentação de Marcela Neves
16 de Dezembro de 2017
Sábado, 17h00
Bar/Livraria do TCSB > entrada livre
evento FB

TEATRO | OFICINA
Workshop de Teatro nas férias de Natal
com Ricardo Kalash
18 a 22 de Dezembro de 2017
segunda a sexta-feira, 09h30 – 12h30
apresentação pública: sexta-feira, 22/12, 12h30
6 aos 12 anos > 30 Euros
evento FB

MÚSICA
Ficar a ver estrelas
Taleguinho
23 de Dezembro de 2017
sábado, 11h00
M/3 > 60′
Preços: 6,00 € (normal); 4,00 € (<12 anos); 8,00 € (adulto+criança)
[Sábados para a infância no TCSB]
evento FB

Informações e reservas:
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

Hoje no TAGV: Clube de Leitura Teatral, com Carlos J. Pessoa

Terça-feira, Outubro 3rd, 2017
Carlos J. Pessoa, no primeiro ensaio da leitura (foto: Cláudia Morais / TAGV)

Carlos J. Pessoa, no primeiro ensaio da leitura (foto: Cláudia Morais / TAGV)

Começa hoje a temporada 2017/2018 do Clube de Leitura Teatral – Coimbra, co-organizada pelo TAGV e pel’A Escola da Noite. Carlos J. Pessoa, dramturgo, professor, encenador e director artístico do Teatro da Garagem, dirige a primeira sessão, a partir de um texto inédito, da sua própria autoria – “Display”.

A sessão começa às 18h30 e tem entrada gratuita. Faça-nos companhia!

 

Display é a mais recente peça bilingue, português e inglês, escrita por Carlos J. Pessoa para o Teatro da Garagem e trata a crise de uma companhia de teatro. O cenário é um campo de cevada, lugar evocativo de uma natureza que se deseja invasora dos interstícios dos teatros. A narrativa acompanha o discurso de quatro personagens: o “encenador”, duas “actrizes” e um “actor convidado”.

O “encenador” está obcecado com uma figura tutelar, vagamente paterna, que o oprime. A “primeira actriz” é marcada pela perda dos filhos. A “segunda actriz” acredita numa espécie de utopia que se plasma no próprio teatro. Uma quarta personagem, o “actor convidado”, faz longas crónicas sobre problemas improváveis.

O último ato da peça é a evocação do Campo de Refugiados. Todas as personagens se relacionam no Campo de Refugiados, como se este espaço simbólico se convertesse numa oportunidade de redenção.

LEITURA
Display, de Carlos J. Pessoa
dir. Carlos J. Pessoa
pelo Clube de Leitura Teatral – Coimbra
3 de Outubro de 2017
Terça-feira, 18h30
TAGV > 90′
entrada gratuita
org. TAGV / A Escola da Noite

CARLOS J. PESSOA
Carlos J Pessoa. 51 anos. Nasceu em Lisboa. Tem o Curso de Formação de Actores da ESTC e a Licenciatura em Teatro e Educação pela mesma escola, onde é professor e coordenador pedagógico-artístico do Mestrado em Teatro, especialização em Encenação. Tem o título de Especialista em Teatro – Encenação, atribuído pelo Instituto Politécnico de Lisboa. Fez a pós-graduação e o curso de doutoramento em Ciências da Comunicação – Comunicação e Artes na FCSH/Universidade Nova de Lisboa. É co-fundador e Director Artístico do Teatro da Garagem. Desde 1989, foi o autor e encenador da quase totalidade dos 88 apresentados pela Companhia. Tem publicadas mais de 30 peças de sua autoria e diversos artigos sobre teatro. Em 1992 recebeu uma Menção Honrosa do prémio Madalena de Azeredo Perdigão pela encenação de “A Cidade de Fausto”; em 1993 recebeu o prémio Texto de Teatro do Teatro na Década, do Clube Português de Artes e Ideias, pela peça “Café Magnético”; em 2000 foi-lhe atribuído o Prémio CyberKyoske99 – Género Drama, pela peça “Desertos / evento didáctico seguido de um poema grátis”; em 2003 recebeu uma Menção Especial da Associação Portuguesa de Críticos de Teatro pelo espectáculo “Circo”; em 2009 foi-lhe atribuído o Prémio Melhor Texto Original Português do Guia dos Teatros pelo texto “On the Road, ou a hora do arco-íris”; em 2014, o seu texto “Finge” foi nomeado na Categoria de Teatro – Melhor Texto Português Representado, para o Prémio Autores atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).