Palhaço velho, precisa-se!, de Matéi Visniec

“Palhaço velho, precisa-se!” – foto de ensaio (© Eduardo Pinto)

Em “Palhaço Velho Precisa-se!” (“Petit Boulot pour vieux clown”, escrita em 1986), três palhaços velhos, com dificuldades económicas e sem trabalho, encontram-se numa sala de espera para uma entrevista de emprego. Alguém procura um “palhaço velho” para um “pequeno trabalho” e as três personagens precisam desesperadamente de provar que estão à altura da “oportunidade”. A alegria do reencontro, o confronto com as memórias de cada um e a competição em que se vêem envolvidos conjugam-se, no espaço apertado e claustrofóbico de uma sala de espera ante uma porta fechada, numa espécie de comédia trágica, com humor, tensão e perfídia. Em todos os países onde foi levada à cena têm sido identificadas as influências de “À espera de Godot”, de Samuel Beckett, também por se tratar de uma situação onde, aparentemente, “não acontece nada” para além dos (fortíssimos) diálogos entre personagens. Numa outra perspectiva, o crítico teatral dos Estados Unidos Peter Filichia escrevia em 2004: “é, definitivamente, uma peça para o nosso tempo. (…) Ela lida não só com a profunda ansiedade de um indívíduo que está desempregado mas também com o medo genuíno de que esteja demasiado velho para o mercado de trabalho.”

texto Matéi Visniec
tradução Regina Guimarães
encenação António Augusto Barros
interpretação Igor Lebreaud, Miguel Magalhães e Ricardo Kalash
cenografia João Mendes Ribeiro e Luisa Bebiano figurinos e adereços Ana Rosa Assunção desenho de luz Danilo Pinto som Zé Diogo
M/14 > 1h45, com intervalo

estreia em Setembro de 2020, no Teatro da Cerca de São Bernardo

MATÉI VISNIEC – Biografia

MATÉI VISNIEC – Sobre o autor

SOBRE A PEÇA

“uma história que coloca o eterno problema de como nos livrarmos do outro”
(Roland Sabra)


“uma curiosa mas convincente comédia negra”
(Simon Salzman)


“definitivamente, uma peça para o nosso tempo”
(Peter Filichia)

RECORTES DE IMPRENSA

FOTOS DE ENSAIO

Comments are closed.