Processo 8868 | CITAC

© Maria Antónia Torres

Um espetáculo é como uma camélia branca que ao desabrochar começa a oxidar-se. Essa oxidação da camélia talvez seja a matéria sobre e com a qual se constrói uma ponte com o passado de lápis azul e luzes vermelhas, e assim indagar sobre aquele espetáculo que não chegou a ser, naquela primavera mecânica de 1969. Castelao e a sua época foi a camélia censurada em 1969, e da sua oxidação nasce o novo espetáculo do CITAC. PROCESSO 8868 resulta da indagação sobre o que foi, o que poderia ter sido e o que nunca será como resultado de uma atualidade avassaladora. Para as citaquianas e citaquianos de hoje e de ontem, à memória de Ricard Salvat, e à incomensurável presença de Castelao.

Processo 8868

elenco Ana Marques Nogueira, António Nesil, Bruna Marques, Camila Costa, Fernando Miguel Oliveira e Jorgette Dumby espaço plástico CITAC espaço sonoro Zé Paredes, Susana Moreira, Pablo Costas e Fernando Miguel Oliveira espaço lumínico Diogo Lobo edição de vídeo Carlos Santiago operação de luz Diogo Lobo operação de som Yuliya Faut design gráfico e divulgação Maria Antónia Torres (inspirado no cartaz original de Luis Sooane) fotografia Mafalda AR e Maria Forjaz captação de vídeo Zhang Qinzhe encenação e dramaturgia Zé Paredes
agradecimentos António Maria Marques, A Escola da Noite, Joana Carregado e Pedro Rodrigues

Processo 8868

TEATRO
Processo 8868
CITAC
15 e 16 de Junho de 2024
sábado e domingo, 21h30
> M/12 > 90 min > 5€ a 10€

informações e reservas:
239 718 238 / 966 302 488 / bilheteira@aescoladanoite.pt
Bilheteira online

Comments are closed.