A mulher como campo de batalha, de Matéi Visniec

Com o título alternativo, proposto pelo próprio autor, de “Do sexo da mulher como campo de batalha na guerra da Bósnia”, a peça foi escrita em 1996 e constitui um pujante retrato da guerra e da forma particular como as mulheres são vítimas directas e indirectas da barbárie, nesta e em outras guerras.
Dorra, vítima de violação durante a guerra da Bósnia, conhece Kate, psicanalista norte-americana, já fora do território em que as atrocidades foram cometidas. A relação que se estabelece entre as duas personagens e as memórias de cada uma convocam-nos para uma reflexão sobre os nacionalismos, a xenofobia, a violência extrema e “os clichês, os lugares-comuns e as maldades” que demasiadas vezes marcam a relação dos indivíduos com “o outro”.
Encenada por Sofia Lobo, “A mulher como campo de batalha” é a 70.ª criação d’A Escola da Noite.

TEATRO
A mulher como campo de batalha
de Matéi Visniec
A Escola da Noite

encenação e espaço cénico Sofia Lobo
tradução Ana Teresa Santos e Sofia Lobo
interpretação Ana Teresa Santos e Paula Garcia
figurinos e adereços Ana Rosa Assunção desenho de luz Danilo Pinto
sonoplastia Zé Diogo fotografia e vídeo Eduardo Pinto
M/14

Coimbra
Teatro da Cerca de São Bernardo

29 de Outubro a 1 de Novembro de 2020
12 a 15 e 26 a 29 de Novembro de 2020
3 a 6 de Dezembro de 2020
quintas, 19h00; sextas e sábados, 21h30; domingos, 16h00

Preços:
Bilhete normal: 10 €
Estudantes, jovens, M/65 anos, profissionais
e amadores/as de teatro: 6 €
Entidades protocoladas TCSB, Funcionários/as da CMC: 5 €
Quintas-feiras (“Quintas no Teatro”): 5 €
Alunos/as do ensino artístico (FLUC, ESEC e Colégio São Teotónio): 3 €
Assinaturas TCSB: 5 entradas – 30 €; 10+1 entradas – 50 €

Bilhetes à venda no TCSB e na TicketLine e nos locais habituais

informações e reservas
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

Covid-19 – Plano de Prevenção e Contingência do TCSB
De acordo com a Orientação da DGS 28/2020, de 28 de Maio, e o Plano de prevenção e contingência do TCSB, a lotação e a ocupação da sala estão condicionadas: os lugares são marcados e é respeitada a distância de uma cadeira entre cada lugar ocupado. É obrigatória a utilização de máscara no interior do Teatro e o cumprimento das demais condições de segurança indicadas à entrada do edifício.

MATÉI VISNIEC – Biografia

Recortes de imprensa

Comments are closed.