“Herança de Jeremias” no Pátio da Inquisição

A Escola da Noite acolhe, a 12 de Julho, o Teatro do Montemuro para um espectáculo ao ar livre no Pátio da Inquisição. A “Herança de Jeremias” é apresentado em Coimbra no âmbito da rede Culturbe e tem entrada livre.

"Herança de Jeremias", Teatro do Montemuro

A Cabana do Jeremias, um estranho e carismático edifício, claramente construída aos poucos por uma mão nem sempre “expert” no que diz respeito à construção civil, mas com muito amor e muita paixão.

É o lar de um campeão, parte estábulo, parte local de devoção, parte museu, testemunho das muitas conquistas de Jeremias Sénior (o Jockey) e Jeremias VI (o burro). No exterior da cabana, muitos sinais destas conquistas: medalhas, retratos, fitas vencedoras, taças e muito mais, para além de fardos de feno e outros objectos próprios para o bem-estar de um burro.

Mas a morte trágica de Jeremias (o Jockey), devido à inédita queda de Jeremias (o burro) naquela que era suposta ser a sua última vitória na Grande Corrida de Burros antes da gloriosa e bem merecida reforma de Jeremias e Jeremias, muda tudo.

Entram José (o cornudo) e Joaquim (o bêbado), os dois herdeiros de Jeremias com as suas respectivas famílias: Josefina (a fresca), Jorgina (a negociante) e Jeremias Júnior (o estudioso).

Temos partilhas!

E é aqui que começam os verdadeiros problemas: Como dividir uma cabana? Como dividir um curral? E acima de tudo… Como dividir um burro? Uma família, duas facções, uma guerra.

Estranha, bizarra e divertidíssima, do princípio ao fim, esta comédia visual, musical e muito teatral, faz da dor e do conflito, primeiro uma farsa e mais tarde uma celebração da união e do amor fraternal, no sentido mais abrangente desta palavra.

A Herança de Jeremias deixa-nos cheios de esperança.

Mesmo quando os problemas parecem não ter solução e as guerras parecem não ter fim, o regresso às vitórias está ao virar da esquina.

Como dizia o velho Jeremias: “Há que ter fé e um bom Burro”

 

Herança de Jeremias

Teatro do Montemuro

12 de Julho, quinta-feira, 22h00

Pátio da Inquisição

> entrada livre

texto criação colectiva encenação Graeme Pulleyn e Walter Janssens direcção musical Walter Janssens interpretação Abel Duarte, Eduardo Correia, Paulo Duarte, Isabel Fernandes Pinto e Rebeca Cunha cenografia, adereços e figurinos Maria João Castelo construção de cenários Carlos Cal assistência à construção de cenários e figurinos Maria da Conceição Almeida costureiras Capuchinhas CRL e Maria do Carmo Félix desenho de luz Paulo Duarte operação técnica Carlos Cal direcção de produção Paula Teixeira assistente de produção Susana Duarte assessoria de imprensa Paula Teixeira e Susana Duarte estagiárias Tania Silva e Carla Tomás 

Tags: , , ,

6 Responses to ““Herança de Jeremias” no Pátio da Inquisição”

  1. […] um velho amigo da companhia e fundador do Teatro do Montemuro, é o encenador (com Walter Janssens) do espectáculo que o grupo de Campo Benfeito traz ao Pátio na próxima semana. Mais um bom motivo para que não o perca. A entrada é […]

  2. […] Teatro ao ar livre, para todas as idades, com entrada gratuita e a marca do Teatro do Montemuro. […]

  3. […] quinta-feira vamos ter uma noite perfeita para vir ao teatro no Pátio da Inquisição. A entrada é livre e o divertimento é […]

  4. […] Amanhã, venha divertir-se com o Teatro do Montemuro! […]

  5. […] O Pátio da Inquisição foi pequeno para todos os que vieram assistir à corrida de burros da “Herança de Jeremias” pelo Teatro do Montemuro! […]