Posts Tagged ‘Citemor’

Dinis Machado e Tiago Cadete abrem Citemor no TCSB

Quarta-feira, Agosto 3rd, 2016

Este fim-de-semana acolhemos no TCSB a abertura do 38.º Citemor – Festival de Montemor-o-Velho. Dinis Machado e Tiago Cadete são os artistas convidados pelo Festival e apresentam na sexta-feira e no sábado, respectivamente, os espectáculos “Paradigma” e “Alla Prima”. Os bilhetes custam o que os espectadores quiserem pagar e já podem ser reservados, pelos contactos habituais do Teatro.
Faça-nos companhia!

Programa_Citemor_2016_A4 (1)

O 38.º CITEMOR

O Citemor – Festival de Montemor-o-Velho continua a dar provas de vitalidade e de capacidade de resistência. De acordo com os próprios organizadores, a edição deste ano foi confirmada “in extremis”: as condições mínimas para que pudesse realizar-se foram garantidas há poucas semanas. Consegue-se assim evitar a interrupção do percurso a todos os títulos notável deste projecto tão singular no panorama das artes performativas em Portugal.

A Escola da Noite associa-se à boa notícia e tem uma vez mais o prazer e o privilégio de colaborar, este ano com a honra acrescida de receber os dois espectáculos de abertura: os solos de Dinis Machado e Tiago Cadete, ambos a actuar pela primeira vez no palco do TCSB.

A parceria entre A Escola da Noite e o Citemor vem de longe e tem assumido diversas formas ao longo dos anos. Desde que estamos no TCSB, temos podido receber várias das propostas do Festival, em particular na área da dança contemporânea. Entre as características que tornam o Citemor um projecto tão especial no nosso país, salientamos o lugar conferido à criação artística e o apoio e o acompanhamento que o Festival presta aos artistas, através de residências e de co-produções. Anos de prática continuada neste sentido têm contribuído de forma muito significativa para o desenvolvimento do repertório nacional contemporâneo no domínio das artes performativas. Ao mesmo tempo, o Citemor tem sido um palco privilegiado para a internacionalização de dezenas de artistas portugueses, graças às relações que o Festival mantém com parceiros de outros países, com destaque para Espanha. Por outro lado ainda, o Citemor tem sido a primeira porta de entrada em Portugal de artistas hoje consagrados, também graças a quem, como este Festival, soube acreditar e apostar neles no tempo certo. Angelica Liddell, Olga Mesa e Rodrigo García são apenas alguns dos mais elucidativos exemplos deste insubstituível papel desempenhado pelo Citemor.

 

Paradigma, de Dinis Machado
O espectáculo de abertura da edição deste ano terá lugar na sexta-feira, dia 5 de Agosto, pelas 21h30. Nas palavras do próprio autor/intérprete, “Paradigma” é “uma dança de um exotismo de lado nenhum”, “um reclamar ritualista de diferença e cidadania”, construído a partir de “referências paradoxais”, vindas “dos lugares onde nascemos, dos lugares onde vivemos, de lugares onde nunca estivemos e sobretudo de lugares ficcionais”.

FOTO_Dinis-Machado-3_©Fredrik-Wahlstedt

Foto: Fredrik Wahlstedt

O espectáculo reflecte sobre a noção de “corpo”, enquanto “uma peça mecânica de um corpo orgânico maior – o próprio palco. Este corpo move-se como se estivesse a manobrar algo cujas consequências nunca são directas ou evidentes”. Um corpo “que, através desta prática, entra num processo de abstracção, tentando fugir do seu próprio antropomorfismo” e “distante da busca por uma qualquer essência”. “Paradigma” – sintetiza – é “uma cerimónia vinda de um tempo antes da divisão entre arquiteto e construtor, onde se produzem símbolos abstractos com materiais complexos e uma engenharia caseira”.
Dinis Machado nasceu em 1987 e é formado em Dança e Artes Visuais. Radicado em Estocolmo desde 2012, trabalha como intérprete desde 2005 e como coreógrafo dos seus próprios trabalhos desde 2007.

 

Alla Prima, de Tiago Cadete
“Alla Prima”, estreado já em 2016 em Lisboa, no âmbito do Festival Temps d’Images, aborda os clichês e os lugares comuns sobre “o Brasil, os brasileiros e a brasilidade”. Numa entrevista recente, Tiago Cadete salientava a forma como “a identidade do corpo brasileiro está ainda tão marcada pelo olhar do outro: do europeu, do colonizador”.

"Alla Prima", de Tiago Cadete (foto: Luis Martins)

“Alla Prima”, de Tiago Cadete (foto: Luis Martins)

O título do espectáculo vem das artes visuais e em particular da pintura: “Alla prima” é uma técnica em que o artista aplica várias camadas de tinta umas sobre as outras, sem esperar que sequem, sobrepondo cores e imagens. Neste trabalho de Tiago Cadete, explica Raphael Fonseca, consultor de História da Arte, é o corpo do artista que “responde directamente a uma série de descrições sobre o que poderiam ser estes ‘corpos brasileiros’. Para além da narrativa histórica eurocêntrica que criou a teoria das três raças no Brasil – onde as populações africanas, europeias e indígenas seriam ingredientes deste caldeirão cultural –, sua anatomia se transforma num receptáculo de múltiplos criadores, culturas, etnias e proposições plásticas”.
Tiago Cadete vive entre Portugal e o Brasil, onde frequenta o Mestrado em Artes Visuais da Universidade Federal do Rio de Janeiro. De acordo com o próprio, o seu trabalho situa-se na fronteira entre o Teatro, a Dança e as Artes Visuais. É artista associado da estrutura EIRA. Pela primeira vez no TCSB, Tiago Cadete apresenta “Alla Prima” a 6 de Agosto, sábado, pelas 21h30.

Como tem sido habitual nas mais recentes edições do Citemor, é o espectador que define o preço do bilhete que quer pagar. É igualmente possível efectuar reserva de bilhetes, junto do Citemor (926 962 795 / reservas@citemor.com) ou directamente para o Teatro (239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt).

TEATRO DA CERCA DE SÃO BERNARDO
Programação de 1 a 6 de Agosto de 2016

DANÇA
Paradigma
Dinis Machado
5 de Agosto
Sexta-feira, 21h30
M/16 > 50′ > preço a definir pelo espectador
Espectáculo integrado no 38.º Citemor – Festival de Montemor-o-Velho

DANÇA
“Alla Prima”
Tiago Cadete
6 de Agosto
Sábado, 21h30
M/16 > 50′ > preço a definir pelo espectador
Espectáculo integrado no 38.º Citemor – Festival de Montemor-o-Velho

Informações, reservas e inscrições:
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

Citemor continua

Quinta-feira, Agosto 7th, 2014

citemor2014

O Citemor – 36º Festival de Montemor-o-Velho, que já passou pelo TCSB, continua este fim-de-semana na vila do Baixo Mondego.

“Golden”, de Tiago Cadete, com Mariana Tengner Barros e Carlota Lagido, é a proposta para hoje, na Sala B. Amanhã e depois é a vez do Teatro do Vestido, com “FRAGMENTOS DE UM MUSEU VIVO DE MEMÓRIAS PEQUENAS E ESQUECIDAS: sobre a ditadura portuguesa, a revolução e o processo revolucionário”.

Encontramo-nos em Montemor?

Hoje no TCSB: último dia de “Infinito – Besos =”

Domingo, Julho 27th, 2014

cartaz citemor tania arias2

Depois da lotação esgotada de ontem, sobram ainda alguns lugares para a última sessão de “Infinito – Besos =”, de Tania Arias.

Veja aqui algumas imagens dos ensaios, já no palco do TCSB:

EM ENSAIO I Infinito – Besos = I Tania Arias

Imperdível!

Reserve os seus lugares pelo 239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt. As reservas são válidas até 30 minutos antes da hora do espectáculo.

Até logo!

DANÇA
Infinito – Besos =
Tania Arias (Espanha)
ideia Tania Arias Winogradow co-autores Mónica Valenciano, Mauricio González, Juan Loriente, Sindo Puche intérprete Tania Arias Winogradow acompanhamento Arantxa Martínez, Cecilia Molano, Jaime Conde-Salazar iluminação Carlos Marquerie espaço cénico Tania Arias e colaboradores fotografía Ángel Montero vídeo Marta Blanco
26 e 27 de Julho
sábado e domingo, 21h30
90′ > M/16 > preço a definir pelo espectador

 

no Expresso de hoje:

Sábado, Julho 26th, 2014
Atual 20140726rec

Atual, Expresso, 26/07/2014 (clique para aumentar)

Hoje no TCSB: contos para a infância e dança contemporânea

Sábado, Julho 26th, 2014

citemor + flores de livro

Dia em grande no Teatro da Cerca de São Bernardo.

Faça-nos companhia!

LEITURA DE CONTOS PARA A INFÂNCIA
Flores de Livro
Cláudia Sousa
26 de Julho
sábado, 11h00
50′ > M/4 > 3 Euros (bilhete individual) e 5 Euros (criança + acompanhante)

DANÇA
Infinito – Besos =
Tania Arias (Espanha)
ideia Tania Arias Winogradow co-autores Mónica Valenciano, Mauricio González, Juan Loriente, Sindo Puche intérprete Tania Arias Winogradowacompanhamento Arantxa Martínez, Cecilia Molano, Jaime Conde-Salazariluminação Carlos Marquerie espaço cénico Tania Arias e colaboradoresfotografía Ángel Montero vídeo Marta Blanco
26 e 27 de Julho
sábado e domingo, 21h30
90′ > M/16 > preço a definir pelo espectador