José Bernardes na Figueira da Foz: “O Auto da Barca do Inferno continua vivo”

José Augusto Cardoso Bernardes, professor e investigador da Universidade de Coimbra e especialista na obra de Gil Vicente, abriu esta quinta-feira a temporada do projecto “Embarcação do Inferno” no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz. Na conferência “Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo”, destacou “o milagre” de um texto escrito há 500 anos continuar a interpelar o público dos nossos dias.

IMG_3602 (1)

Naquilo a que chamou uma “tentativa de explicação” desse fenómeno raro, Bernardes destacou três aspectos: a dimensão teatral da peça, os valores em que assenta e a “fortuna cívica” de ser “o único auto que nunca saiu dos programas escolares”.
Do ponto de vista teatral, para além do tema da morte – um “ingrediente de curiosidade” que atravessa os tempos – o investigador salientou “a natureza sincrética” da peça, que inclui “música, movimento e cor”, e a variedade das personagens. “O Auto da Barca do Inferno é uma peça de abrangência”, afirmou, referindo-se às diferentes personagens que Gil Vicente coloca em palco nesta obra.
Quanto aos valores, José Bernardes lembrou a ideia de morte como “um indicador de justiça democrática”, como um horizonte em que a justiça é igual para todos, independentemente da sua classe social. Lembrá-lo no século XVI era “um acto de coragem”, mas esta ideia continua a interpelar-nos hoje”, 500 anos depois.
José Augusto Cardoso Bernardes, também director da Bibioteca Geral da Universidade de Coimbra, é consultor científico do projecto “Embarcação do Inferno”, desenvolvido em coprodução pelas companhias A Escola da Noite – Grupo de Teatro de Coimbra e Cendrev – Centro Dramático de Évora. Inclui a apresentação do espectáculo, que utiliza a versão integral do texto, seguindo a versão fixada por Paulo Quintela nos anos 50 do século XX, oficinas para professores e o ciclo de conferências “Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo”.

IMG_3629 (1)

IMG_3641
Estreado no Teatro Garcia de Resende, em Évora, em Outubro de 2016, o projecto e as suas diversas actividades têm percorrido o país. Este fim-de-semana a “Embarcação” aportou no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz. Depois da conferência, tiveram lugar duas sessões para o público escolar do concelho (na sexta-feira), vistas por quase cinco centenas de jovens.
A sessão para o público em geral acontece amanhã, Sábado, 4 de Novembro, às 21h30. Os bilhetes podem ser comprados online, a partir do site do CAE.

A Escola da Noite / Cendrev
Embarcação do Inferno
de Gil Vicente
no CAE – Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz

CONFERÊNCIA
Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo
por José Augusto Cardoso Bernardes
2 de Novembro de 2017
quinta-feira, 18h30
Pequeno Auditório do CAE > Entrada gratuita

ESPECTÁCULOS
Embarcação do Inferno
A Escola da Noite / Cendrev
4 de Novembro de 2017
sábado, 21h30
Preço: 5,00 Euros

Sessões para o público escolar:
3 de Novembro de 2017
sexta-feira, 10h30 e 14h30
Grande Auditório do CAE > 2,00 €/aluno
http://weblog.aescoladanoite.pt/?page_id=14344

informações, reservas e inscrições
CAE Figueira da Foz: 351 233 407 200 / servico.educativo@cm-figfoz.pt / geral@cae.pt
A Escola da Noite: 239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

Comments are closed.