Um programa especial

E, logo, nesse diálogo que faz com que saibamos uns dos outros, nos faremos cântico ou poema.
A poesia, o hino são a promessa da linguagem enquanto diálogo.

Manuel Gusmão

© Eduardo Pinto

Preparámos um programa muito especial para “Cidade, Diálogos”. O livro inclui, para além dos textos da companhia (sobre o espectáculo e sobre as opções tomadas na elaboração do próprio programa), testemunhos de Gonçalo M. Tavares a propósito de “O Torcicologologista, Excelência” (Caminho, 2015), excertos de recensões e críticas ao livro (em Portugal e no Brasil) e dezenas de fragmentos de outras obras do autor.
São elementos desta “nossa própria e modesta máquina de produzir inícios”, excertos de:

– “Prefácio” a 1984, de George Orwell (Relógio d’Água, 2021)
– “Actores” (in Um senhor Tavares: ensaios e erros, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2020)
Gráficos da cidade e das coisas (Teatro Viriato, 2020)
Livro da dança (Relógio d’Água, 2018)
O dicionário do menino Andersen (Planeta Tangerina, 2015)
Breves notas sobre música (Relógio d’Água, 2015)
– crónicas publicadas na Notícias Magazine (2013 e 2014)
Atlas do Corpo e da Imaginação (Caminho, 2013)
Breves notas sobre o medo (Relógio d’Água, 2007)
Breves notas sobre ciência (Relógio d’Água, 2006)
A perna esquerda de Paris seguido de Roland Barthes e Robert Musil (Relógio d’Água, 2004)
1 (Relógio d’Água, 2004)

A abrir cada uma das secções – Cidade, Diálogos e Poéticas – propomos três “ligações” a textos de Ferreira Gullar (“Poema sujo”), Manuel Gusmão (e Holderlin, em “Desde que somos um diálogo”) e Franz Kafka (“Um artista da fome”).
Com o habitual formato dos nossos programas (21×21 cm.), o livro tem 56 páginas e custa 3 Euros. Pode ser adquirido no Teatro ou encomendado por e-mail.
Venha descobri-lo. Faça-nos companhia!

CIDADE, DIÁLOGOS – PÁGINA DO ESPECTÁCULO

Leave a Reply

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.