A “Revolução” que acontece

Foto: Francisca Moreira

PTOLOMEU
E não vos questionais nunca? Não se apodera de vós uma dúvida feroz a roer-vos o descanso?

ESPÍRITO CONSERVADOR
As dúvidas deixo-as para os deuses, junto com as oferendas que, a tempo certo, deposito no altar. É a eles que é dado perceber a ordem que nos governa e a tudo que nos rodeia. Resta-nos seguir o nosso caminho, sabendo apenas o justo para o percorrer sem sobressalto.

PTOLOMEU
Pois as dúvidas que carrego não se deixam para trás a repousar. Pelo contrário, tornam-se mais pesadas de dia para dia. Não terei descanso sem encontrar as explicações que procuro.

Mário Montenegro, “A Revolução dos Corpos Celestes”

Quando, a 12 de Março de 2020, nos sentimos forçados a suspender a programação do Teatro da Cerca de São Bernardo, o que mais no pesou foi o adiamento da estreia do espectáculo da Marionet, agendada para esse mesmo dia.
Tínhamos acompanhado as últimas semanas de ensaios e testemunhado, uma vez mais, a seriedade, o empenho, o profissionalismo e o sentido de compromisso com a criação artística que o grupo fundado por Mário Montenegro coloca em cada processo de trabalho.

Sabemos bem o que custa ter um espectáculo pronto e não poder apresentá-lo ao público. Por isso, assim que foi possível voltar a olhar para o calendário, demos prioridade a esta “Revolução”, que involuntariamente contribuímos para adiar e que tanto queríamos ver nascer.

O teatro, relembramo-lo a cada instante, é das artes que mais sujeita está às fragilidades da condição humana. Nos últimos dias, a equipa da Marionet voltou a mostrar-nos, com a sua impressionante capacidade de combinar determinação e tranquilidade, que não hesita em enfrentar e resolver os problemas que vão surgindo, que não tem descanso sem fazer aquilo a que se propõe – continuar a fazer teatro e mostrar-nos o resultado do seu trabalho.

Hoje, a poucas horas da estreia e sentindo-nos privilegiados por sermos seus espectadores, abraçamos o Mário, o Filipe, a Susana, o Marcelo, os Pedros e a Francisca, desejando-lhes toda a MUITA MERDA que merecem.

A Escola da Noite
19 de Novembro de 2020

Leave a Reply

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.