Posts Tagged ‘Boaventura Sousa Santos’

Hoje no TCSB: a estreia de “Pela Mão de Alice”

Segunda-feira, Maio 8th, 2017

pela mao de alice

Não é todos os dias que temos a oportunidade de acolher a estreia de um documentário no TCSB. Hoje é um desses dias, graças ao Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. “Pela mão de Alice”, de Raquel Freire, “segue as andanças académicas e sociopolíticas de Boaventura Sousa Santos no decurso do projeto de investigação “ALICE: Espelhos Estranhos, Lições Imprevistas”.

A sessão começa às 21h00, tem entrada gratuita e conta com a presença da realizadora e de Boaventura Sousa Santos.

Faça-nos companhia!

CINEMA [ESTREIA]
Pela Mão de Alice
de Raquel Freire
seguido de debate com a realizadora e Boaventura Sousa Santos
8 de Maio de 2017
segunda-feira, 21h00
M/12 > 100′ > DOC > Portugal, 2017
Org. Alice – CES/UC
entrada gratuita

TCSB: programação de Abril

Terça-feira, Março 31st, 2015

A estreia do novo espectáculo da Marionet – “Ego”, de Carl Djerassi – é o principal destaque da programação de Abril do Teatro da Cerca de São Bernardo. O regresso do Taleguinho – projecto musical para as famílias de Catarina Moura e Luis Pedro Madeira – e a exibição do aclamado filme de Pedro Costa – “Cavalo Dinheiro” – são outros dos pontos altos do próximo mês na casa d’A Escola da Noite.

Abril começa e acaba com o ciclo “Democracia e Inquietação”, organizado pelo Projecto Alice, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra. Já esta semana, no dia 1 de Abril, é exibido o filme “Uma revolução tranquila”, de Giovanni Allegretti e Pierre Stoeber, sobre as experiências de construção e aplicação de orçamentos participativos. No final do mês, a 30 de Abril, passam os filmes “Acima das nossas possibilidades” e “Conversas do Mundo”. Ambos têm realização de Pedro Neves, sendo que o segundo foi feito em co-autoria com Boaventura Sousa Santos, que participará no debate após o filme.

A estreia da marionet
A marionet regressa ao TCSB para a estreia do seu novo espectáculo. “Ego” é uma peça de Carl Djerassi e é considerada a primeira peça “não científica” deste autor, que assume ter-se inspirado em Fernando Pessoa e nos seus heterónimos. O texto trata da forma como um escritor, Stephen Marx, encena a própria morte para poder observar a reacção dos seus leitores e críticos.

carldjerassi

Carl Djerassi

Carl Djerassi, recentemente falecido, foi um cientista e escritor que se celebrizou no mundo da ciência pelo papel fundamental que teve na invenção da pílula anti-concepcional feminina nos anos 60 do século XX. Nos últimos anos da sua vida, dedicou-se à escrita de ficção e peças teatrais. Entre outras obras, é autor da peça “Cálculo”, que a marionet apresentou em 2011, no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.
Com encenação de Mário Montenegro e um elenco que junta, para além do director da marionet, os actores Joana Macias e Paulo Guerreiro, o espectáculo estreia a 8 de Abril e cumprirá no TCSB uma temporada de duas semanas, com espectáculos de quarta a sábado à noite e aos domingos à tarde.
Nos dias 12 e 19 de Abril, terão lugar dois debates após o espectáculo, no bar do Teatro, sobre a obra dramática de Djerassi e sobre a influência de Fernando Pessoa nesta peça, com a participação de vários convidados.

“Cavalo Dinheiro”, de Pedro Costa
A 28 e 29 de Abril, é exibido o mais novo filme do cineasta português Pedro Costa. “Cavalo Dinheiro” estreou em 2014, no Festival de Locarno, onde foi distinguido com o Leopardo de Melhor Realizador e recebeu o prémio da Federação Internacional de Cineclubes. Desde então, o filme foi apresentado em mais de três dezenas de festivais internacionais, entre os quais Rio de Janeiro (Brasil), Vancouver e Toronto (Canadá), Nova Iorque (EUA), Valdivia (Chile), Londres (Reino Unido), Viena (Áustria), Mar del Plata (Argentina) e Copenhaga (Dinamarca).

cavalo-dinheiro_ban
Em “Cavalo Dinheiro”, Pedro Costa volta a mostrar-nos o cabo-verdiano Ventura, personagem central dos filmes “Ossos” (1997), “No quarto da Vanda” (2000) e “Juventude em Marcha” (2006). Numa altura em que o bairro das Fontaínhas já não existe, demolido em nome do progresso, Ventura continua perdido num país assombrado pela guerra colonial, pela revolução e pela descolonização e revisita os seus fantasmas pessoais, “que se vão moldando aos fantasmas de Portugal”.

Sábados para a infância: o regresso do Taleguinho
Prossegue igualmente em Abril a programação dos sábados para a infância no TCSB. Como prometido desde a estreia no passado mês de Fevereiro, o projecto musical de Catarina Moura e Luis Pedro Madeira – Taleguinho – volta ao palco da Cerca de São Bernardo. A próxima sessão de “Costurar cantigas e histórias da nossa memória” tem lugar no dia 11 de Abril, pelas 10h30, e é indicada para crianças entre os 3 e os 10 anos (e respectivas famílias). Inicia-se também este mês um conjunto de sessões especiais para escolas e jardins de infância, cujo calendário está disponível no blogue d’A Escola da Noite.

"Costurar cantigas e histórias da nossa memória", pelo Taleguinho

“Costurar cantigas e histórias da nossa memória”, pelo Taleguinho

Ainda no âmbito da programação dedicada aos mais novos, mantém-se a iniciativa “Flores de Livro – leitura de contos para a infância”. Sempre no último sábado de cada mês, em Abril acontece no dia 25, tendo a comemoração da Revolução como tema inspirador.

Teatro da Cerca de São Bernardo
Programação de Abril de 2015

CINEMA
Uma revolução tranquila
de Giovanni Allegretti e Pierre Stoeber
seguido de debate com Giovanni Alegretti e os comentários de Maria dos Prazeres Francisco
1 de Abril
quarta-feira, 21h30
Documentário > 42? > França/Portugal, 2014 > M/12
preço único: 2,50 Euros
org.: Projecto ALICE / Centro de Estudos Sociais

TEATRO
Ego
de Carl Djerassi
pela marionet
08 a 19 de Abril de 2015
quarta a sábado, 21h30 > domingos, 16h00
M/16 > 120?
preços: 10,00 (bilhete normal); 6,00 (estudantes, jovens, M/65 anos, profissionais e amadores de teatro, profissionais de artes cénicas);
5,00 (quintas-feiras, entidades protocoladas com o TCSB, grupos de 10 ou mais pessoas)

MÚSICA
Costurar cantigas e histórias da nossa memória
Taleguinho
11 de Abril
sábado, 10h30
preços: 7,50 (criança + acompanhante)

CONVERSA APÓS O ESPECTÁCULO
A obra dramática do químico e escritor Carl Djerassi
com Júlio Cardoso (actor/encenador), Manuel João Monte (químico, professor FCUP), Mário Montenegro (actor/encenador), Paulo Matos (actor/encenador)
12 de Abril
domingo, 18h00
bar do TCSB > entrada gratuita

CONVERSA APÓS O ESPECTÁCULO
A influência da obra e heteronímia de Fernando Pessoa na peça “Ego”
com António Apolinário Lourenço (professor FLUC) e José Luís Pio Abreu (psiquiatra, professor FMUC)
19 de Abril
domingo, 18h00
bar do TCSB > entrada gratuita
http://weblog.aescoladanoite.pt/?page_id=12288

LEITURA DE CONTOS PARA A INFÂNCIA
Flores de Livro
por Cláudia Sousa
25 de Abril
sábado, 11h00
Bar do TCSB > M/4 > 60?
preços: 3 Euros (individual); 5 Euros (criança + acompanhante)

CINEMA
Cavalo Dinheiro
de Pedro Costa
28 e 29 de Abril de 2015
terça e quarta-feira, 21h30
M/12 > 104? > 4 Euros

CINEMA
Acima das nossas possibilidades
de Pedro Neves
+
Conversas do mundo
de Boaventura de Sousa Santos e Pedro Neves
seguidos de debate com a presença dos realizadores e os comentários de José Manuel Pureza
30 de Abril
quinta-feira, 21h30
Documentários > 43? + 33′ > Portugal, 2014 > M/6 + M/12
preço único: 2,50 Euros
org.: Projecto ALICE / Centro de Estudos Sociais

Informações e reservas:
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt

Hoje no TCSB: “Dreamocracy”, de Raquel Freire e Valerie Mitteaux

Quarta-feira, Março 4th, 2015

Como artista chinesa, sei que a liberdade é frágil e tenho confiança no futuro quando vejo jovens a lutar para fortalecer a democracia. Dreamocracy é um filme inspirador para ser visto. Um caminho a seguir.
Xiaolu Guo, cineasta e romancista

 

Começa hoje o ciclo de cinema “Democracia e inquietação”, organizado pelo projecto ALICE/CES.
“Dreamocracy”, de Raquel Freire e Valerie Mitteaux, é a primeira proposta. A sessão conta com a presença das realizadoras e os comentários de Boaventura Sousa Santos. Começa às 21h30 e os bilhetes custam 2,50 Euros.
Não perca!

Dreamocracy
de Raquel Freire e Valérie Mitteaux

dreamocracy_ban

Coimbra, TCSB
4 de Março
quarta-feira, 21h30

Documentário > 80? > Portugal, 2014, M/12
seguido de debate com as realizadoras com os comentários de Boaventura Sousa Santos
preço único: 2,50 Euros

Março no TCSB: Teatro do Montemuro abre mês com muito teatro e cinema

Segunda-feira, Março 2nd, 2015

O mais novo espectáculo do Teatro do Montemuro abre a programação teatral do TCSB no mês de Março, repleta de espectáculos e de cinema. Para além do grupo de Campo Benfeito, A Escola da Noite recebe no seu espaço a Companhia de Teatro de Braga e o Chão de Oliva e festeja o Dia Mundial do Teatro com a reposição de “Novas diretrizes em tempos de paz”, de Bosco Brasil. Seis filmes, programados em colaboração com a APIP, o CES e o Centro de Documentação 25 de Abril completam o leque de ofertas à disposição do público da cidade.

"Memórias partilhadas" (foto: Filipe Ferreira)

“Memórias partilhadas” (foto: Filipe Ferreira)

“Memórias partilhadas” estreou no Teatro Nacional D. Maria II no início do ano e reúne três pequenos textos de Therese Collins, de Peter Cann e de Abel Neves, amigo e inspiração comum entre o Teatro do Montemuro e A Escola da Noite.
A companhia de Campo Benfeito traz desta vez três histórias que nos falam de uma carteira vazia, de um lápis capaz de “destravar” o mundo e de uma almofada de penas de cuco… Tudo com a habitual magia e o humor inconfundível de um grupo que é presença assídua no TCSB e que o público de Coimbra já não dispensa. O espectáculo é apresentado a 6 e 7 de Março (sexta e sábado), sempre às 21h30.
Nas duas semanas seguintes, mais duas companhias nacionais visitam Coimbra: a Companhia de Teatro de Braga traz “Um Picasso”, de Jeffrey Hatcher (13 e 14 de Março), e o Chão de Oliva – Companhia de Teatro de Sintra oferece-nos “A nova aragem” (21 de Março), uma co-produção com o grupo moçambicano Lareira Artes.
Na última semana do mês, A Escola da Noite assinala o Dia Mundial do Teatro com a reposição de “Novas diretrizes em tempos de paz”, a maravilhosa metáfora sobre o lugar da arte nas nossas vidas, escrita por Bosco Brasil a pensar em todos aqueles que são obrigados a deixar as suas terras em busca de uma vida melhor ou, em muitos casos, apenas para sobreviver. O espectáculo cumprirá uma curta temporada de quatro sessões, entre 26 e 29 de Março (quinta a domingo).

Cinema: ciclos temáticos no TCSB
Ao longo das três primeiras semanas do mês prossegue o Ciclo de Cinema sobre a doença mental, organizado pela Associação Portuguesa de Internos de Psiquiatria (APIP). “Mr. Jones”, de Mike Figgis, “A Ponte”, de Eric Steel, e “Bruscamente, no Verão passado”, de Joseph L. Mankiewicz, são os três filmes propostos. As sessões são sempre às terças-feiras, pelas 21h00, e têm todas entrada gratuita e debate no final.

dreamocracy
A 4 de Março, numa nova parceria entre o Projecto ALICE, do Centro de Estudos Sociais, e A Escola da Noite, é exibido o documentário “Dreamocracy”, de Raquel Freire e Valérie Mitteaux. O filme é um “retrato de um país em crise, do desespero das pessoas para sobreviveram no quotidiano e das tentativas de luta contra a desumanização, pelo direito universal a uma vida digna”, afirmam as próprias realizadoras, que estarão presentes na sessão e participam num debate, após a projecção, com os comentários de Boaventura Sousa Santos. A sessão tem início às 21h30 e inaugura o ciclo de cinema “Democracia e Inquietação”, que continuará em Abril, com mais três documentários produzidos no âmbito de projectos de investigação do CES. Os bilhetes custam 2,50 Euros.
A encerrar o mês, e integrado nas comemorações da Revolução dos Cravos, o TCSB acolhe a projecção do filme “A Batalha de Argel”, um premiado documentário de 1966, realizado por Gillo Pontecorvo. A sessão faz parte do ciclo “Vale a pena falar ainda da Guerra Colonial?”, organizado pelo Centro de Documentação 25 de Abril. A sessão começa às 21h00, é seguida de debate com Miguel Cardina e Rui Bebiano e tem entrada gratuita.

Flores de Livro e Más Caras
Como habitualmente, o mês não acaba sem que Cláudia Sousa regresse ao bar do Teatro com a sua mala cheia de histórias para ler aos mais pequenos. Depois de os ter colocado a desenhar nos vidros do Teatro, que surpresas lhes reservará para o início da primavera? A sessão de Março é no dia 28, no horário habitual: 11h00. O preço para criança + acompanhante é de 5 Euros.
Também no bar do Teatro continua patente, até ao final do mês, a exposição de máscaras que Delphim Miranda aqui foi construindo desde Janeiro. Para além dos dias de espectáculo, pode ser visitada de segunda a sexta-feira entre as 10h00 e as 13h00 e as 14h30 e as 18h30 e aos sábados à tarde.

TCSB
Programação de Março de 2015

dreamocracy

CINEMA
Mr. Jones
de Mike Figgis
seguido de conversa com Pio de Abreu e Flávia Polido
03 de Março
terça-feira, 21h00
entrada gratuita
org. APIP, no âmbito do II Ciclo de Cinema sobre a Doença Mental

CINEMA
Dreamocracy
de Raquel Freire e Valérie Mitteaux
seguido de debate com as realizadoras e os comentários de Boaventura de Sousa Santos
04 de Março
quarta-feira, 21h30
preço: 2,50 Euros
org. Projecto Alice/Centro de Estudos Sociais, no âmbito do Ciclo de Cinema “Democracia e Inquietação”

TEATRO
Memórias Partilhadas
de Therese Collins, Abel Neves e Peter Cann
Teatro do Montemuro / TNDMII
06 e 07 de Março
sexta e sábado, 21h30
preços: 10 Euros (normal); 6 Euros (estudante, jovem, profissionais e amadores de teatro); 5 Euros (grupos de 10 ou mais pessoas, entidades protocoladas com o TCSB)

CINEMA
A Ponte
de Eric Steel
seguido de conversa com Braz Saraiva e Filipe Almeida
10 Março
terça-feira, 21h00
entrada gratuita
org. APIP, no âmbito do II Ciclo de Cinema sobre a Doença Mental

TEATRO
Um Picasso
de Jeffrey Hatcher
Companhia de Teatro de Braga
13 e 14 de Março
sexta e sábado, 21h30
preços: 10 Euros (normal); 6 Euros (estudante, jovem, profissionais e amadores de teatro); 5 Euros (grupos de 10 ou mais pessoas, entidades protocoladas com o TCSB)

CINEMA
Bruscamente, no Verão passado
de Joseph L. Mankiewicz
seguido de conversa com João Relvas e Hugo Bastos
17 Março
terça-feira, 21h00
entrada gratuita
org. APIP, no âmbito do II Ciclo de Cinema sobre a Doença Mental

TEATRO
A nova aragem
de Sérgio Mabombo
Chão de Oliva – Companhia de Teatro de Sintra / Lareira Artes (Moçambique)
21 de Março
sábado, 21h30
preços: 10 Euros (normal); 6 Euros (estudante, jovem, profissionais e amadores de teatro); 5 Euros (grupos de 10 ou mais pessoas, entidades protocoladas com o TCSB)

TEATRO
Novas diretrizes em tempos de paz
de Bosco Brasil
A Escola da Noite
26 a 29 de Março
quinta a sábado, 21h30; domingo 16h00
preços: 10 Euros (normal); 6 Euros (estudante, jovem, profissionais e amadores de teatro); 5 Euros (grupos de 10 ou mais pessoas, entidades protocoladas com o TCSB)

LEITURA DE CONTOS PARA A INFÂNCIA
Flores de Livro
Cláudia Sousa
28 de Março
sábado, 11h00
preços: 3 Euros (individual); 5 Euros (criança + acompanhante)

CINEMA
A Batalha de Argel
de Gillo Pontecorvo
seguido de debate com os comentários de Miguel Cardina e Rui Bebiano
31 de Março
terça-feira, 21h00
entrada gratuita
org. Centro de Documentação 25 de Abril, no âmbito do ciclo “Vale a pena falar ainda da Guerra Colonial?”

informações e reservas
239 718 238 / 966 302 488 / geral@aescoladanoite.pt